ISTIOFORIFORMES

Istiophoriforms
Os istioforiformes compõem uma linhagem de peixes essencialmente marinhos e predadores. Incluem marlins, peixes-espada e barracudas. Embora suas afinidades evolutivas ainda sejam tema de debate entre especialistas, supõe-se que sua origem tenha se dado por volta de 70 milhões de anos atrás – período em que os fósseis mais antigos atribuídos a esses peixes são datados. Caracterizam-se por possuírem focinhos alongados - providos de grandes dentes ou aguçados como agulhões – que utilizam com destreza na captura de suas presas. Seus corpos altamente hidrodinâmicos lhe permitam grande desenvoltura e agilidade de movimento. Possuem grande capacidade de dispersão e podem, atualmente, ser encontrados em águas tropicais e subtropicais no mundo todo.

Istiophoriforms cover a lineage of marine and predatory fish. They include marlins, swordfishes and barracudas. Although their evolutionary affinities are still a subject of discussion among specialists, it is assumed that their origin was around 70 million years ago – from their oldest fossils use to be dated. They are characterized by having elongated snouts - provided with large teeth or sharp-like “needle” - which they use to capture their prey. Their highly hydrodynamic bodies allow them great agility of movement. They have a great dispersal capacity and today can be found in tropical and subtropical waters all over the world.
Cylindracanthus sp
Sphyraena egleri
Sphyraena cunhai

PARA SABER MAIS  find more about

BARTON, M. 2006. Bond’s Biology of Fishes (3ed.). New York: Thomson Brooks, 912p.

 

GALLO, V.S.B.; SILVA, H.M., BRITO, P.M.; FIGUEIREDO, F.J. (orgs.). 2012. Paleontologia de Vertebrados: Relações entre América do Sul e África. Rio de Janeiro: Interciência, 336p.

 

LONG, J.A. 1996. The Rise of Fishes: 500 Million Years of Evolution. Baltimore: The John Hopkins University Press, 224p.

 

LECOINTRE, G.; LE GUYADER, H. 2007. The Tree of Life: A Phylogenetic Classification. Cambridge: Harvard University Press, 560p.

 

MAISEY, J.G. 1996. Discovering Fossil Fishes. New York: Henry Holt & Co, 223p.

NELSON, J.S. 2006. Fishes of the World (4ed.). New York: Wiley, 624p.

 

SANTOS, M.E.C.M.; CARVALHO, M.S.S. 2004. Paleontologia das Bacias do Parnaíba, Grajaú e São Luís: Reconstituições Paleobiológicas. Rio de Janeiro: CPRM, 212p.

 

SILVA, M.C. 2007. Os vertebrados da Bacia da Paraíba: Cretáceo Superior-Paleoceno, Nordeste do Brasil. Dissertação (Mestrado). Recife: Universidade Federal de Pernambuco, 201p.

 

SOUZA LIMA, W.; RICHTER, M.; BUCKUP, P.; SOUZA LIMA, W. 2002. Os fósseis da bacia de Sergipe-Alagoas: Os peixes marinhos. Revista Paleontológica Phoenyx. Aracaju: Fundação Paleontológica Phoenyx, 4 (41): p.1-4.